Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..

Amar é sentir a sensibilidade de uma flor..
Amar é sentir a sensibilidade de uma flor.

Aos amigos.

Aos amigos.

O meu livro.

17 de agosto de 2017

Ausência.




 Perdida por ti entrego-me ao sol para aquecer-me e desvencilhar
a saudade imposta em meu corpo em recordações vivenciadas nos momentos de amar.
Retalhos ficaram impregnados e difíceis de serem retirados. 
Tu foste e fiquei à espera na esperança de rever-te e confiar-te como meu confidente.
Luto por essa ausência e perco-me por labirintos procurando-te quem sabe...Escondido entre o sopro da ventania e as ondas envaidecidas pelo encanto do mar.
Ah...Atiro-me como flutuante,mas deixo pegadas à beira-mar.
Fico a tua espera,como amante dos teus beijos que ficaram submersos sob águas dos desejos.

Carmen Lúcia-Direitos Autorais-lei-9610-Imagem Google.



10 de agosto de 2017

O Viajor.




A ti viajor de min'alma,entrego-te minha face,para que acaricies e leves como lembrança a união da nossa aliança.
O caminho será longo e percorrera essa distância com a saudade dos beijos recolhidos de nossas bocas,repletos de desejos loucos.
Cada passo será várias caminhadas,cada aceno ficará ao sabor do tempo,levado pelo vento e nas frustrações deixadas.
Aqui fico à espera mesmo que seja na próxima primavera.
O sorriso dará passagem a triste despedida,mas noss'almas estarão unidas e caminharão juntas nessa viagem.
E mesmo não sendo miragem,retornarão a esse reencontro em breve passagem e ao abrigo dos nossos corpos.
Ah..Viajor te espero como o sol espera o amanhecer e a lua ao entardecer.

Carmen Lúcia-Direitos Autorais-lei-9.610-Imagem Google.Pinterest.

3 de agosto de 2017

Entre teclas e pautas.







Entre teclas e pautas ficou a suavidade das rosas,para que pudessem compor os versos em prosas.
O toque suave do piano sentia a falta do deslizar das mãos no bálsamo emitido pelas canções que dançavam sobre os rabiscos
escritos e intercalados por emoções.
Cada nota saltitava em dança como bailarina,e aromatizava essa entrega em cada solfejo como o toque do primeiro beijo.
Risos nos acordes especiais para entregarem-se aos rituais.
Assim,sutilmente chega o momento!
E sem lamento,o piano ao ver cada pétala sorrir,começa novamente a tocar canções de amar deixadas em dormências.
Embaladas através dos sons,realiza um encontro entre versos,prosas,rosas,suspiros e novas vivências.

Carmen Lúcia-Direitos Autorais.-lei-9.610-Imagem Cabschau-centerblog.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Amigos

Amigos

Flores com carinho.

Flores com carinho.